ANÁLISE ZEUS - NOVEMBRO 2022

Atualizado: 8 de nov.

REGISTROS DE PRECIPITAÇÃO E TEMPERATURAS DO MÊS DE OUTUBRO DE 2022

Fig 1. Climatologia da precipitação para o mês de outubro.

Outubro é um mês da primavera em que as chuvas se espalham e se intensificam sobre grande parte do interior do Brasil. É comum que os maiores volumes atinjam o meio oeste da região Sul, o norte de MT, sul do PA, partes do AM, AC e RO, como mostram as áreas entre o amarelo claro e azul claro da Figura 4. No Sudeste e no Centro-Oeste, neste mês, as chuvas normalmente se firmam para o plantio e desenvolvimento das culturas de verão. As chuvas também avançam pelo interior da Fronteira Agrícola do Matopiba, atingindo de forma mais intensa o TO e de forma moderada o extremo sul do MA, sul do PI e o extremo oeste da BA. Em outubro o tempo seco ainda persiste nas áreas em branco do interior e faixa norte do Nordeste.


ANOMALIA DE PRECIPITAÇÃO REGISTRADA EM OUTUBRO DE 2022


O mês de outubro foi marcado por episódios frequentes de chuva sobre parte da Região Sul, como vemos nas regiões em tons de azul do mapa, que representam o desvio positivo da chuva em outubro, entre SC e PR, devido a dois eventos de chuva intensa que se concentraram na região na primeira quinzena do mês. Os episódios também começaram a ganhar força sobre o interior do Brasil, e em alguns pontos os volumes de chuva até foram suficientes para ficarem acima da média do mês. As chuvas também ficaram acima da média sobre áreas da Região Norte. No interior do Matopiba, as chuvas começaram a ocorrer ao longo da segunda quinzena de outubro, e os episódios até foram mais irregulares, mas em algumas áreas foram suficientes para atingir a média do mês e ficarem com desvio positivo. No entanto na maior parte das regiões Sudeste e Centro oeste, a chuva ainda foi bastante irregular e não foi suficiente para atingir a média, o que resultou em desvio negativo da precipitação, como podemos observar nas regiões em tons de laranja.


Fig. 2 Anomalia da precipitação acumulada em outubro de 2022. Fonte: CPTEC

TEMPERATURAS REGISTRADAS EM OUTUBRO DE 2022


Outubro foi um mês típico de primavera, com os episódios de chuva ganhando força no interior do Brasil. As temperaturas não chamaram muito atenção, pois não tivemos extremos de temperatura em outubro. As temperaturas mínimas permaneceram elevadas e o desvio ficou positivo em praticamente todo interior do Brasil. As tardes também contaram com temperaturas mais elevadas, especialmente na porção mais ao leste do Brasil, nas regiões em tons mais avermelhados e devido a isso o desvio também ficou positivo. Apenas nas regiões mais a oeste de MS e MT e no oeste da Região Sul, o desvio ficou negativo, devido principalmente as chuvas frequentes nestas áreas no mês.


Fig. 3. (a) Anomalia da temperatura mínima do mês de outubro de 2022 e (b) anomalia da temperatura mínima do mês de outubro de 2022. Fonte: CPTEC


NIVEIS DE UMIDADE NO SOLO

Fig. 4 . Disponibilidade de água no solo. Fonte: Agritempo.

A virada do mês de outubro para novembro foi marcada por episódios intensos de chuva sobre boa parte do centro sul do Brasil, e isso contribuiu para o aumento da umidade do solo, principalmente sobre as áreas produtoras da Região Sul, como mostram as áreas em tons de azul no mapa, que representam umidade acima de 80%. Situação similar foi registrada entre o leste de MT, RO, sul de AM e AC. Em grande parte do interior das Regiões Sudeste, Centro oeste e Norte, as chuvas diminuíram ao longo do final de outubro e ocorreram de forma irregular nestas regiões, o que resultou em uma umidade do solo na última semana em torno de 60%, representada no mapa pelas regiões em verde. De forma geral, o mês de outubro ainda foi bastante irregular com relação as chuvas para a fronteira agrícola do Matopiba, o que contribuiu para os baixos índices de umidade do solo, ficando abaixo dos 20%.


PREVISÃO DO TEMPO DE 05 A 18 DE NOVEMBRO DE 2022

PRIMEIRAS SEMANAS DE NOVEMBRO COM CHUVAS EXPRESSIVAS EM IMPORTANTES REGIÕES PRODUTORAS.


Ao longo do final de semana as chuvas mais intensas ficam concentradas sobre as regiões produtoras da Fronteira Agrícola do Matopiba, interior Nordestino e na faixa leste. Os acumulados entre os dias 5 e 7, principalmente são bastante elevados na região. Enquanto isso, o tempo aberto e mais seco predomina em grande parte das regiões centrais e sul do Brasil. Apenas a partir do dia 8 algumas instabilidades devem atingir áreas da faixa leste do Sudeste, devido a circulação dos ventos contra a costa. Áreas de instabilidades também começam se espalhar sobre áreas entre MG e GO. Mas é a partir do dia 10, segundo período, que teremos um novo sistema avançando pelo centro sul do Brasil provocando chuvas intensas entre MS, PR, SP e MG ao longo do próximo final de semana. Ao longo da terceira semana, período de 15-18, um novo corredor de umidade deve se estabelecer no interior do Brasil, favorecendo episódios frequentes e volumosos de chuva, principalmente para áreas produtoras em tons de azul mais escuro de MG, GO e sul da BA, nas demais regiões em tons de azul também há expectativa para chuvas frequentes, porém nestas áreas as pancadas devem ocorrer de maneira um pouco mais irregular.


Fig. 5. Previsão da precipitação acumulada: (a) entre 05 e 09, (b) entre 10 e 14 (c) entre 15 e 18 de novembro.


BAIXE AGORA A VERSÃO COMPLETA EM PDF DO BOLETIM
ANÁLISE ZEUS DE NOVEMBRO/22
[PDF]-BOLETIM-ANÁLISE-ZEUS [NOVEMBRO]
.pdf
Download PDF • 3.12MB

CONFIRA TAMBÉM O ANÁLISE ZEUS




EQUIPE ZEUS

meteorologistas:

BRUNA PERON | bruna.peron@zeusagro.com

LANZOERQUES JÚNIOR | lanzoerques.silva@zeusagro.com


analista de relacionamento agronômico:

ANDRESSA GREGÓRIO | andressa.gregorio@zeusagro.com

LAURA ALVES BARBOSA | laura.barbosa@zeusagro.com

RAQUEL ANDRADE | raquelandrade@zeusagro.com


engenheiro agrônomo:

CARLOS SILVA NETO | carlos.neto@zeusagro.com


especialista de CS

MARCIA MEDEIROS | marcia.medeiros@zeusagro.com


designer gráfico:

FELIPE ARAUJO | felipe.araujo@zeusagro.com


revisão de conteúdo:

JULIANA CRISTINA DE OLIVEIRA | juliana.oliveira@zeusagro.com


193 visualizações