Análise Zeus| Safra 2020/21 de trigo e algodão segue em fase final


Safra 2020/21 de algodão é finalizada, enquanto as lavouras de trigo seguem em fase final de desenvolvimento


A safra 2020/21 de algodão no Brasil foi finalizada e os baixos resultados que já eram esperados foram intensificados devido as condições adversas de clima, segundo o presidente da ABRAPA a safra 2019/20 representou 3 milhões de toneladas colhidas, já para esta última safra a expectativa era de 2,4 milhões em função da redução de área plantada. Porém, a falta de chuva na fase final de desenvolvimento em Mato Grosso e Goiás reduziu para 2,3 milhões de toneladas.


Após apresentar preços muito baixos na época de tomada de decisão, as cotações melhoraram para algo entre 63 e 65 centavos de dólar e permitiram vendas de 50 a 60% da produção para custear as lavouras. Os preços continuaram subindo e deram melhores condições de rentabilidade. Esses preços positivos também estão presentes nas negociações da nova safra 2021/22 que se aproxima com boas perspectivas para a entidade. Com isso deve haver uma retomada no crescimento de plantio e a expectativa é chegar novamente perto das 3 milhões de toneladas produzidas.

No Paraná de acordo com o Dereal, 68% das lavouras de trigo encontram-se em boas condições, 28% em condições médias e 4% em situações ruins. Levando-se em consideração seu estádio fenológico podemos observar a seguinte divisão: Crescimento vegetativo 1%, floração 8%, frutificação 29% e maturação 62%. Portanto, a previsão é de se registrar uma produção de 3,528 milhões de toneladas com uma produtividade média de 2.943 quilos por hectare.

Segundo a Conab em São Paulo a colheita segue em andamento. As lavouras ainda em campo estão majoritariamente em maturação e enchimento de grãos. De maneira geral, as primeiras áreas colhidas apresentaram qualidade muito baixa do

cereal, além de rendimentos inferiores ao potencial. Isso se deve às restrições hídricas enfrentadas por muitas lavouras, bem como a incidência de geadas. Há perspectiva de que as áreas de plantio mais tardio tenham um desempenho melhor, especialmente aquelas lavouras manejadas sob irrigação.






31 visualizações