Safra 2021/22 tem as primeiras áreas de plantio

Atualizado: Out 14

Com o início das chuvas é dada largada para o plantio da safra 2021/22


Com a ocorrência das primeiras chuvas da primavera alguns produtores iniciaram o plantio nas regiões do Paraná (PR) e Mato Grosso (MT). No estado do Paraná segundo o Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura do Estado (Seab) já foi atingido 45% da área estimada para plantio de milho, onde 98% das lavouras se apresentam em boas condições e 2% se encontram em condições médias até o momento. Quanto ao desenvolvimento da cultura atualmente 48% se encontra em fase de germinação e 52% em estádio vegetativo. A perspectiva de área para essa safra é de 420,1 mil hectares com produtividade média de 9,7 mil quilos por hectares totalizando uma produção de 4,1 milhões de toneladas de milho na primeira safra.

Em relação ao plantio da soja paranaense, o estado já conseguiu atingir 7% da área prevista de 5,623 milhões de hectares, diferente do ano passado que apresentou um número de 5,590 milhões de hectares, assim tivemos um incremento de 1% para a safra 2021/2022, as lavouras seguem em boas condições, apresentando um número de 77% em fase de germinação e 23% em fase vegetativa. Desta forma, a produção de soja deve chegar a 20,965 milhões de toneladas com uma alta de 6% comparado ao histórico da safra 20/21, sendo assim à uma estimativa de produtividade de 3.728 quilos por hectares.

Já, no Mato Grosso de acordo com o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) o plantio da soja chegou a 1,2% da área estimada no Estado, comparado a safra 2020/21 no mesmo período observa-se um aumento de 0,45%, já em relação à média dos últimos 5 anos observa-se um aumento de 0,32%.


Figura 1: Cultura da soja em desenvolvimento.

Fonte: Rodrigo Ramos


No Mato Grosso do Sul, mesmo que as condições climáticas ainda não sejam as mais favoráveis muitos produtores semearam no pó e agora aguardam a confirmação das chuvas previstas para a próxima semana. Segundo o presidente da Aprosoja MS, André Figueiredo Dobashi, essa já é uma preocupação da entidade, pois caso essas precipitações não aconteçam podem dificultar a vida de quem já plantou e atrasar as atividades do restante do estado.

Neste início de ciclo, a entidade estima em 7% o crescimento de áreas cultivadas atingindo 3,77 milhões de hectares com soja e uma produção de 12,8 milhões de toneladas após a produtividade de 56,4 sacas por hectare. Sendo assim, mesmo com incremento de cultivo, a produção deve ser menor do que a da safra passada.

Nos demais estados o início do plantio segue dependendo de chuvas mais expressivas, o Governo Federal através do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou no diário oficial o calendário de semeadura (Tabela 1) que passa a ser obrigatório para 20 estados.



Tabela 1: Calendários de semeadura de soja referente à safra 2021/2022.

Fonte: MAPA

51 visualizações